Quantas mutações genéticas você têm?



AGOSTO/2012  Segundo um novo estudo, quando os pais passam os genes para seus filhos, uma média de 60 alterações são introduzidas no código genético da criança.
Qualquer mutação entre essas cinco dúzias pode ser a fonte da maior parte das diferenças na aparência e no comportamento das pessoas em relação a seus pais. Essas mudanças no código genético são a força motriz para a evolução dos seres vivos.

As 60 alterações do código genético podem parecer muito, mas são menos do que os pesquisadores esperavam. Eles estimavam que os pais contribuíssem com 100 ou até 200 mutações nos genes de seus filhos. Ou seja, as mutações humanas ocorrem de maneira muito mais lenta do que era esperado.
Os pesquisadores analisaram a sequência genética completa de duas famílias, que haviam sido coletadas para o Projeto Genoma. Eles procuraram novas mutações nas crianças que não estavam presentes no genoma de seus pais, como se estivessem procurando agulha no palheiro, já que houve apenas uma mutação em cada 100 milhões de letras do DNA.
O número de mutações foi drasticamente diferente entre as duas famílias. Em uma dela, 92% das mutações derivaram do pai e na outra, 64% tiveram sua origem na mãe. Isso foi uma surpresa para os cientistas, pois como o genoma é copiado mais vezes no espermatozóide, muitas pessoas acreditavam que as mutações viriam em maior número por parte do pai.
As novas técnicas desenvolvidas para a pesquisa poderão ser utilizadas no futuro para novas pesquisas. É esperado que a partir delas seja possível descobrir, por exemplo, como a idade dos pais altera o número de alterações genéticas de seus descendentes. [Life'sLittleMysteries]

Nenhum comentário:

Postar um comentário