Conheça a tartaruga chinesa que urina pela boca


Out/2012   O termo “estranho” é pouco para descrever a tartaruga-de-carapaça-mole-chinesa (Pelodiscus sinensis): embora não consiga respirar debaixo d`água, já que não tem brânquias/guelras, esse animal é capaz de passar um bom tempo submerso e, quando não há água, busca poças para mergulhar a cabeça.
O que levaria essa tartaruga a depender tanto da água, se não foi feita para viver submersa? Esse comportamento curioso chamou a atenção de uma equipe de pesquisadores da Universidade Nacional de Singapura, que decidiu analisar o animal.
Como alguns peixes excretam ureia através de suas brânquias, os cientistas suspeitaram que a tartaruga fizesse algo semelhante – especialmente porque ela tem em sua boca projeções parecidas com brânquias.
Depois de comprar alguns exemplares da espécie em um mercado chinês, os cientistas as deixaram em um ambiente aquático por seis dias. Análises revelaram que apenas 6% da ureia produzida pelos animais foi excretada pelos rins. Quando os pesquisadores deixaram apenas uma poça d`água no ambiente, as tartarugas ocasionalmente mergulhavam a cabeça nela – e podiam passar mais de uma hora e meia assim.
Em comparação com a urina excretada via cloaca, essa poça acumulou 50 vezes mais ureia – quando a substância era injetada na corrente sanguínea das tartarugas, grande parte ia para a saliva. Outros testes confirmaram a suspeita inicial dos cientistas: os animais urinavam pela boca, e precisavam estar com a cabeça submersa para excretar ureia. Restava, porém, uma dúvida: por quê?
Os pesquisadores supõem que a razão por trás desse estranho mecanismo é ambiental: animais que excretam ureia por meio da urina precisam beber bastante água para repor as reservas do corpo; como há pouca água doce no ambiente natural da Pelodiscus sinensis (pântanos), a excreção pela boca seria uma forma de evitar “desperdício”.[ScienceDaily]

Nenhum comentário:

Postar um comentário