12 Anos de Escravidão Dublado

APENAS R$ 31,90

Sinopse e detalhes

 

Não recomendado para menores de 14 anos
1841. Solomon Northup (Chiwetel Ejiofor) é um escravo liberto, que vive em paz ao lado da esposa e filhos. Um dia, após aceitar um trabalho que o leva a outra cidade, ele é sequestrado e acorrentado. Vendido como se fosse um escravo, Solomon precisa superar humilhações físicas e emocionais para sobreviver. Ao longo de doze anos ele passa por dois senhores, Ford (Benedict Cumberbatch) e Edwin Epps (Michael Fassbender), que, cada um à sua maneira, exploram seus serviços.


SINOPSE


O livro aborda a homossexualidade masculina  com base em sete anos de observação através do blog colunalimite.blogspot.com. Observando noticiários e analisando com o máximo de proximidade os acontecimentos ligados a esse universo intrínseco aos olhos da grande maioria da população mundial. Trata-se de abordagem com análise  inequívoca e nobre contribuição aos que se interessam pelo assunto. Em vinte e oito capítulos aborda-se a temática homoafetiva sob o ponto de vista psicológico, social, espiritual e econômico.

 INTRODUÇÃO
 
Com o advento da liberdade sexual, tão recente e tão polêmica a nível mundial, pais e filhos não sabem para onde seguir na jornada das decisões.
É necessário viver a sexualidade responsavelmente. Este trabalho visa servir de base, norteando os caminhos do  leitor sob a ótica da coerência, da justiça e da retidão!

Os caminhos percorridos para obtenção da base dos trabalhos desenvolvidos aqui foram auferidos do blog que edito (colunalimite.blogspot.com)  por sete anos.

Com 8.500 postagens de noticiários até então e 1.250.000 acessos, analisando com o máximo de proximidade e atualidade todas as questões envolvendo a homossexualidade a nível  e mundial.
Com reflexão forte e inequívoca percepção da realidade em questão o leitor é levado a raciocínios quais não o deixam se apartar da esfera espiritual e de preceitos ligados ao Divino,  fazendo uma busca intensa no coração de quem se presta a observar com muita responsabilidade os limites do intento humano.

          Elias Boell Júnior

Nenhum comentário:

Postar um comentário