ETIQUETA SEXUAL-REGRAS DE CONDUTA

CONDUTA SOCIAL

ELIAS BOELL JR.

Na abundância de problemas mundiais , destaco alguns: Na Somália ainda existe uma tradição muito antiga e forte, a menina ao completar sete anos de idade é levada para um ritual religioso no qual o clitóris dela é destruído, para que ela quando for mulher, nunca sinta prazer; 

Em Uganda tramitou pelo senado um projeto de lei visando punir até mesmo com morte ou prisão perpétua os homossexuais; 

No Haiti existem muitas pessoas sem pé ou braço, porque uma vez os soldados oficiais daquele país se revoltaram com a decisão do governo de destituir o exército, saíram então, cortando pés e braços da população indefesa e inocente, como forma de protesto contra o governo.

Os problemas citados acima são apenas alguns no mundo entre inúmeros, e entre estes, o do travesti. Se o povo vê um homem vestido de mulher (travesti) ou uma mulher com roupas muito curtas (o que chamam de moda), não precisa dizer mais nada, todos imaginam o que se passa naquela cabeça e com o que ela anda se ocupando.


As pessoas não discriminam os gays porque são gays, discriminam porque, como disse Jesus Cristo, a discriminação (maldade) está no coração humano. Imperfeito, não sei dizer se a maldade está no homofóbico ou no homossexual, mas sei que a falta de compreensão está em ambos! 

Se eu disser que o homofóbico está certo, posso estar errado, se eu disser que o homossexual está errado, ele pode estar certo, então, me limito a admitir que somos imperfeitos.

Em uma pequena vila, há muitas divisões, e em uma cidade então nem se fala! Inicialmente se discrimina porque é esse o motivo, depois aquele e isso nunca acaba.

 As pessoas que apontam seus dedos para outras, acredito ,são aquelas que quando não tiverem mais nada para discriminar, dar-se-ão a falar mal da própria mãe! Pois como já dito, a maldade ta no coração humano!

Mas bem, não estou aqui para apontar ninguém, quero simplesmente resolver os problemas das pessoas que, na subdivisão do mundo da homossexualidade se chamam travestis! Refiro-me aqui àquele travesti que não usa seios de silicone, essa coisa toda, caso ele tenha chegado a esse ponto, não é comigo o assunto!

O nosso criador estabeleceu dois padrões, masculino e feminino, certo! Então não há como um homem andar como mulher, nem uma mulher andar como um homem, ou pode!?

Também não pode um homem “dominar” uma mulher se ele não sente desejo por ela, certo? Igualmente não pode uma mulher se deitar com um homem, pelo qual nada sinta, certo? É preciso haver consenso, sem o consenso, tudo nesse mundo seria ainda pior.

Na minha mente, travestis deveriam ser interpretados como artistas, porque quando o povo o visse, diria: “lá vem um artista!” Mas o povo assim não procede, então, o caso vai mais adiante!

 Entre meio a um milhão de idéias para resolver esse problema, cuja competência é divina, tenho uma consensual e facilmente aplicável: -

Cidadãos independentemente de sua opção sexual comportar-se-ão adequadamente na sociedade; homens homossexuais vestidos adequadamente como os demais, bem como as mulheres homossexuais devem comportar-se e vestir-se adequadamente como as demais, segundo o padrão local para feminino e masculino.

Na sociedade e na vida profissional deve-se ter um grande respeito por todos, os outros não precisam saber o que você é ou deixa de ser por você querer demonstrar-se. 

O homossexual deve manter a postura e o bom senso. Homem é homem, e mulher é mulher mesmo que ambos sejam homossexuais!

O problema dos travestis na sociedade está na vestimenta! A alguns homens não é possível fazê-los dominar uma mulher, mas vestir-se adequadamente lhes é possível!. 

Vestir-se adequadamente é uma regra de conduta e serve para todos, homens, mulheres, gays etc... Seguir regras beneficia a todos indistintamente.

Opção sexual não serve de desculpas para se vestir a bel prazer, até porque desejos sexuais todo ser humano tem! Homem por homem, mulher por mulher, mais acentuados em alguns e menos acentuados em outros!

 Algumas pessoas dão especial atenção aos seus desejos e outras ignoram em parte ou completamente! Da mesma forma, a moda não pode servir de desculpas para uma mulher sair semi nua. 

 Mas tudo bem, o mundo ai fora diz o contrário, diz que você deve se vestir como bem entende! Mas se você assim proceder, certamente terá atribulações.

Enfim, independente do desejo secreto que se tem, homem é homem e mulher é mulher, não se faça confusão!

Vamos nos vestir e andar adequadamente na sociedade que é coletiva, assim não haverá problema. Se você estiver adequadamente vestido a curiosidade de saber sua preferência sexual ficará em segundo ou em terceiro plano na mente de quem lhe vê! Vamos todos andar socialmente que daí diminuirá o problema. Resolvido!

Tenho muito para falar, mas limito meus pensamentos. 

Os chefes da Somália, os deputados de Uganda, os ex-soldados do Haiti, os homofóbicos, os travestis, todos estão cheios de razão aos próprios olhos. 

Estão transbordantes de si mesmos. Bem como a solução que tenho para o travesti, tenho para toda essa gente:- Que limitem a si próprios!
 Eis a solução!

Nenhum comentário:

Postar um comentário